EXTRAORDINÁRIO - R. J. PALÁCIO


Livro: Extraordinário 
Autor: R. J. Palácio
Páginas: 318
Intrínseca


Sinopse: Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta de volta. Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta. 
Assim nasce a Irmandade de Copra


Resenha: 


Olá, caros leitores. Tudo bem com vocês? A aposta da semana é o livro extraordinário, de R. J. Palácio. Ficou interessada(o)? Partiu resenha então!

Auggie só queria ser uma criança normal. Ele nunca se sentiu como os outros: devido a uma doença genética, seu rosto ficou deformado e muito diferente do normal, apesar das cirurgias realizadas (27 para ser mais específica) ao longo de sua vida, assustando outras crianças ao passar. Sofria bullying e tinha poucos amigos. Seu pedido de ser como os outros começa a se tornar realidade quando descobre que irá estudar numa escola e, automaticamente, seu medo e nervosismo começa a tomar conta e a partir daí Auggie terá que enfrentar novos e grandes desafios. 

O livro, que é narrado por ele em primeira pessoa, mostra a mentalidade de um garoto de sua idade e o seu pensamento em relação a tudo que está se passando em sua vida. Todo leitor se apaixona por Auggie através de seu tom irônico, adorável e amável de lidar com os problemas e viver a vida. 

É uma história emocionante, que mexe com a estrutura e o psicológico do leitor, que passará a ver o mundo de uma forma diferente depois da leitura. 
Com o extraordinário, percebemos a importância da tolerância e da inclusão da vida no indivíduo.



Resumindo (ou não), o livro extraordinário é:

Aquele tipo de livro que te faz ficar horas sem dormir 
Aquele tipo de livro que te vicia 
Aquele tipo de livro que você se conecta, sente e vive junto com o personagem 
Aquele tipo de livro que te traz uma reflexão e uma mensagem maravilhosa 
Aquele tipo de livro que se destaca e fica lindo na sua estante
Aquele tipo de livro rico em palavras, mesmo com uma escrita simples
Aquele tipo de livro que te faz querer marcar todas as frases
Aquele tipo de livro que todos deveriam ler


Gostou da resenha? Tá esperando o que para ler? Aposto que não irá se arrepender...
OBS: Tem filme do livro saindo em breve nos cinemas.

Comenta aqui em baixo se você gostou da resenha, o que achou do livro e quais livros você recomenda para eu ler e resenhar.


Postado por: Julia 


5 comments

mich 6 de agosto de 2017 13:30

Olá!
Tenho esse livro e é maravilhoso!
É uma história envolvente e linda❤
Júlia você gosta de romance de época ? Li Um Amor Para Lady Johanna e é simplesmente maravilhoso 😍😍

Bjus
Adorei a resenha !Você escreveu tudo o que eu achava do livro.

janaina silva 7 de agosto de 2017 07:31

Oi,ainda não tive a oportunidade de ler esse livro,mas tenho vontade.
Assim que soube sobre essa história, há um tempinho atrás, fiquei receosa em não conseguir ler por se tratar de uma criança. Achei que iria mexer demais comigo e com minhas emoções.
Mas lendo a sua resenha,vejo que é um medo bobo.
Acredito que a história desse menino tão especial,nos leva a refletir sobre o que realmente importa na vida.

Pretendo ler e gostei da resenha! :)

Bjs.

Saskia Caroline 8 de agosto de 2017 07:59

Oooi, sempre tive curiosidade de ler esse livro devido aos comentários sobre ele, mas nunca realmente peguei, sua resenha aumentou muito minha vontade e acho que vou acabar cedendo e começando ele imediatamente.

Livros e Seriados 8 de agosto de 2017 17:33

Oi Mich, tudo bom? Fico feliz que tenha gostado da resenha! Então, só tive uma experiência com romance de época e foi com a autora Julia Quinn (não sei se você conhece) e recomendo bastante. Esse que você disse eu nunca li. Na verdade, nunca ouvi falar.. Vou botar na minha lista mental de livros para ler hahah. Obrigada pela sugestão!

Karoline Travassos 9 de agosto de 2017 12:10

Oii. Gostei tanto desse livro porque soube passar para o leitor exatamente como é o mundo de uma criança que passa por preconceitos. Não foi nada exagerado ou inventado, e o melhor de tudo é que a própria criança, na sua inocência, que narra a história.
Eu indico que você leia os contos do livro, vai amar. Lá no blog eu fiz a resenha de um ❤


Cupcaleland

Postar um comentário