A RAINHA VERMELHA - VICTORIA AVEYARD

Livro: A Rainha Vermelha 
Autora: Victoria Aveyard
Páginas: 422
SEGUINTE


SINOPSE: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho e prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar a família, a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda nobreza, descobre que tem um poder misterioso... Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará o príncipe - e Mare contra seu próprio coração.


RESENHA: 

E aí, caros leitores, tudo bom? 
Hoje eu venho falar um pouco sobre o livro que li faz pouco tempo, chamado A rainha vermelha, da Victoria Aveyard.

A distopia se passa em uma sociedade monarca, em que os que se apoderam do poder são os chamados prateados, uma parcela da população com sangue prateado, rica e privilegiada, temida por muitos como "os descendentes dos deuses" por possuírem habilidades especiais como a capacidade de controlar o fogo e a água por exemplo. Assim, a outra parcela da sociedade é composta pelos vermelhos: pobres e sem poderes, trabalham a serviços dos prateados.
Em meio disso, somos apresentados a Mare Barrow, uma jovem de sangue vermelho sem muitas esperanças para o futuro: quando completar 18 anos, irá para a guerra. Destemida, forte e corajosa, age por mudanças, sofre pela realidade em que vive e rouba para cuidar e ajudar a família, ainda mais com seu pai que, apesar de ter sobrevivido a guerra, teve como presente uma cadeira de rodas como acompanhante para sua vida. Junto disso, ela acaba indo trabalhar no palácio real, moradia do rei prateado e sua família e é lá que sua esperança, junto com o medo, começa a voltar por meio de uma descoberta reveladora, que mudará não só o futuro de Mare, mas também o futuro de toda a sociedade.

Com uma capa misteriosa, intrigante e uma escrita surpreendente, Victoria consegue reunir aventura, romance, causas sociais e um toque de política em uma só história. 
Se você é aquele tipo de leitor que em toda leitura não sabe se ama ou odeia algum personagem, parabéns! Tendo como pano de fundo um triângulo amoroso (que no final surpreenderá a todos), com toda a certeza essa questão passará por sua mente diversas vezes com a Rainha vermelha.

A coleção completa possuí 3 exemplares e um extra. Cada capítulo é um soco na cara, que te deixa intrigado para saber o que irá acontecer e te faz devorar o livro em segundos! É aquele tipo de livro que, ou você ama, ou odeia. Então, deixa aqui nos comentários o que vocês acharam.
Espero que vocês, assim como eu, tenham amado e ansiosos para ler a continuação.

Até a próxima resenha!

Postado por: Julia 

UMA CURVA NA ESTRADA - NICHOLAS SPARKS

Livro: Uma curva na estrada.
Autor: Nicholas Sparks.
Páginas: 247.
ARQUEIRO


SINOPSE: A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite, Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. 

As investigações da polícia nada reveleram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. 

Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele.

Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. 

Em Uma curva na estrada, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar. 


RESENHA: 
Olá queridos leitores. Tudo bom com vocês? 
Hoje tem mais uma resenha e é mais uma do Nicholas Sparks, com Uma curva na estrada.

Miles está perdido. Noites sem dormir, vontade de sumir e pensamentos sem fim. Depois de sua esposa Missy ter morrido em um triste acidente, sua vida perdeu o rumo e seus olhos perderam o brilho. As únicas coisas que o fazem continuar é seu dever como oficial da lei e seu filho Jonah, que também sofre com a perda da mãe. 
Após 2 anos de sua perda, percebe que precisa seguir com a vida, era isso que sua mulher gostaria que ele fizesse. Então, deixa de estudar o caso e foca em cuidar e brincar com Jonah. É aí que ele conhece Sarah, a nova professora de seu filho, que percebe que ele está com grandes dificuldades na escola e com esse problema, ela acaba se aproximando mais do que Miles imaginaria possível naquele momento.

Sarah quer recomeçar. Depois de ter sido casada com o que achava que era o amor de sua vida, teve que sair da cidade onde morava e se mudou para a cidade de New Bern, para ficar perto da família, apesar de seu irmão ter ido para a faculdade. Desse modo, ela viu um meio de esquecer o seu segredo, o acontecido com o seu ex - marido e a triste visão de ter achado que tinha uma vida perfeita. 
Conseguiu um emprego como professora e é lá que conhece Jonah, um menino bondoso, mas muito quieto e fechado. E foi aí que percebeu sua diferença de acompanhamento e progresso em relação às outras crianças. Assim, resolveu conversar com o pai de Jonah, Miles, em relação a essa situação.
Será que, em meio de tanta tristeza e tentativa de recomeço, os dois acharão o caminho juntos?

Todos os livros lidos do Nicholas Sparks foram prazerosos de ler e esse não foi uma exceção! 
Tendo capítulos curtos narrados tanto por Miles, quanto por Sarah e também por ter mostrado uma visão do assassino ao redor dos acontecimentos narrados, foi uma excelente maneira do autor ter nos proporcionado cada detalhe da história, cheia de suspense e romance, que nos fazem querer mais e mais! Essa divisão de capítulos também acaba nos dividindo em relação à razão e a realidade do ponto de vista do assassinato, que não era exatamente como a perspectiva que Miles estava pensando. 

Tenho certeza que você irá se apaixonar pela trama (e pelo Jonah) tanto quanto eu! É um livro curtinho de um autor especialista em escrever belas histórias e reviravoltas. Cheia de reflexões, me fez pensar que:

  • Por mais difícil e demorada que seja, nunca se sabe a hora em que as coisas podem mudar em sua vida.
  • Todos temos segundas chances, só resta aproveitá - la.
  • Somos humanos: todos erramos na vida e que não é errado pedir perdão e ser perdoado. Não é errado recomeçar.
  • Por mais complicado, perdoar é preciso.

Espero que vocês tenham gostado da resenha e que se interessem pelo livro, que dá uma lição de vida avassaladora. Acredito que não irão se arrepender!


Postado por: Julia

PERGUNTAS LITERÁRIAS #TAG

Olá! 
Hoje trago uma tag que copiei lá do Gettub, porque eu posso né. Bem, a tag consiste em nove perguntas:


1 – A capa mais bonita da sua estante.
Acredito que a capa mais bonita que tenho é a de Oposição. É uma capa rica em detalhes que faz qualquer pessoa querer ler o livro.


 2 – Se pudesse trazer um personagem da ficção para a realidade, qual seria?
Patch Cipriano, ele foi meu primeiro crush literário e acredito que irá continuar sendo até o fim dos tempos.

 3 – Se pudesse entrevistar um autor (a), qual seria?
Tolkien. Sou apaixonada pela escrita dele, mesmo tendo lido apenas o Hobbit, ele é um gênio e eu amaria entrevistá-lo.


 4 – Um livro que você não leria de novo? Por quê?
As crônicas de Nárnia. Eu não leria de novo, mas é pelo fato de eu ter amado tanto a leitura dele, que se tornou unica, se lesse novamente, não seria a mesma coisa.

 5 – Um casal? 
Travis e Abby. Sou apaixonada por esse casal incrível e lindo, que amo mais que doce.


 6 – Dois vilões
Danny Mackay de Butterfly, ele é aquele vilão que parece ser inteligente, mas você e ele mesmo descobrem que foram enganados. O segundo Calvin Versteeg, de Gelo Negro, agora o porque dele ser vilão, só lendo para descobrir.


 7 – Um personagem que você mataria? 
Umbridge, de Harry Potter, sem pensar duas vezes, aquela era a verdadeira vilã do livro.


 8 – Se pudesse viver em um livro, qual seria?  
Em qualquer um de Rosemary Beach, porque só tem homem rico e bonito nesse lugar, minha gente. 


9 – Qual o maior e o menor livro da sua estante? 
O menor livro da minha estante é Desencontros da Giovanna Olivetti com 71 páginas, e o maior é It, A Coisa do Stephen King com 1103 páginas.


 Podem responder essas perguntas aqui nos comentários.

Postado por: Amy

COMO SALVAR UMA VIDA - HIÚRY BRESSANELLI #PRIMEIRAS IMPRESSÕES



Olá!

Esse vai ser o “primeiras impressões” do blog, e eu estou muito feliz de ser do livro “Como salvar uma vida” de Hiúry Bressanelli. O livro está na pré venda ainda, então no final do post vai ter o link certinho, okay? Okay.

Durante o começo da leitura, até agora, já dá pra perceber que o autor traz uma escrita sem enrolação alguma. Ele coloca os fatos e pronto. Ele descreve a dor de uma forma que aperta o coração.

Os sentimentos de raiva, frustração, carência, estão todos ali também.


As reviravoltas são constantes na vida do personagem, assim como ele vai ao céu em 5 segundos, ele cai no inferno em apenas 3. Mesmo assim, ele se esforça para ajudar os outros, com ele se considerando um ser humano ruim.



Por enquanto o livro está me cativando e me fazendo querer saber oque vai acontecer depois disso.

Acredito que ainda haverão mais corações partidos durante a leitura. E talvez um deles, seja o meu.

Assim que o livro sair da pré venda, vai ter resenha sim!
"Faziam duas semanas que Ludmilla tinha me deixado e eu ainda sentia a falta dela. Mas não era comono primeiro dia, nem como no terceiro, nem como no décimo. Mas como no décimo quinto dia. E todos os dias alguma lembrança desaparecia. No início, eu podia lembrar a cor da toalha de mesa da casa dela, depois eu não sabia mais se era azul ou rosa, depois nem lembrava mais da toalha de mesa. Eu sabia que a amava, mas às vezes tinha que pensar se amava quem ela era, ou quem foi um dia." - Hiúry Bressanelli em Como salvar uma vida.









LETRAS EM LIVROS #TAG

Resultado de imagem para letras em livros tag
Como Funciona?
Eu sorteei 5 letras do alfabeto, quais tenho que encontrar livros com a mesma letra. 
Aceito outras tags! Então quem quiser indicar alguma, sinta-se a vontade. 
As Letras foram: A, D, F, I e T, então vamos lá:

Com a Letra A, do meu nome, meu livro super amor Atraído da Emma Chase, é um romance erótico simplesmente fascinante, que te prende nos personagens e faz você amá-los.


Com a letra D é Desencontros e Desencantos de Nathalia Batista, é um romance do século XIX bastante conturbado.


Com a Letra F vem meu favorito Fugitivos de Carlos Barros, é um livro que traz amizade, amor, turbulências, entre outros, na vida de cinco garotos. ELE É INCRÍVEL 


Com a Letra I, Imortal, da Graci Rocha, que é um amor de pessoa e escreve super bem, SÉRIO, é um livro com uma história surpreendente. GRACI 

(peguei a foto do Gettub)


E por ultimo a Letra T, Tudo e todas as coisas de Nicola Yoon, que é muito especial pra mim, pois foi um presente de aniversário


Postado por: Amy

OPOSIÇÃO - THAÍSA LIXA

Livro: Oposição
Autora: Thaísa Lixa
Páginas: 526
CHIADO

SINOPSE: Em uma dimensão chamada Constelação, são os supremos Deuses do Inferno que controlam e ditam as regras da sociedade, amedrontando os humanos e os deixando dóceis perante seus poderes nessa e em todas as outras dimensões que existem pelo o universo. Entretanto, por conta de uma traição, o Deus principal e líder, Ahriman, decretou uma lei que jamais poderia ser quebrada: Ele definiu que as diversidades genéticas não existiriam; o que faria a população ter uma aparência padronizada de olhos e cabelo castanho-escuros ou negros. E assim era, até o nascimento da jovem Lilith, uma menina de cabelo loiro e olhos azuis, acompanhada de uma beleza estonteante e que atraía olhares de todos à sua volta, por sua singularidade e magnetismo pessoal. Tratada desde perfeição até aberração pelas pessoas de seu mundo, Lilith tenta sobreviver em meio a tanta gente intolerante. De uma coisa ela não tinha dúvida: havia sido amaldiçoada. Só mesmo este fato explicaria o motivo de ter nascido com a aparência proibida e de ter macabros pesadelos todas as vezes que dormia. Lilith pensava isso consigo mesma, não tendo a real dimensão do quanto suas suposições eram verdadeiras. Se você acha que todo livro é formado pelo famoso clichê: o garoto mau se apaixona pela garota boa, e muda totalmente por causa dela, esse livro definitivamente vai mudar seu conceito.



Resenha:

Em um mundo onde há deuses que comandam os seres humanos, e suas características sempre serão as mesmas - olhos e cabelos castanhos -, como é possível nascer uma humana com olhos azuis e cabelos loiros?


Lilith nasceu com essa aparência, e, para protegê-la de tudo e todos, sua irmã Alice, fará de tudo que está ao seu alcance.

O foco do livro é essencialmente em Lilith, porém há mistérios que se escondem perante os deuses, que nem mesmo ela sabe. Apesar de o livro ser grande, ele tem capítulos curtinhos, o que ajuda a fluir bastante a leitura, fazendo-nos cada vez mais devorar suas páginas.


Lilith sempre tenta fugir dos deuses, mas os seus pesadelos constantes não permitem.

Tendo em vista que em uma das convocações (os deuses convocam os humanos para lhes dar avisos, ordens, ou querem oferendas), Lilith acaba se metendo em um grande dilema, conhecendo Seth e Nathan.


Seth e Nathan são amigos, irmãos desde sempre. Seth, um demno que odeia qualquer ser humano, e até mesmo outros demnos que não seguem seus instintos; e Nathan, um humano extremamente simpático, o oposto de seu melhor amigo, o único que Seth escuta e não odeia.

Porém Seth e Nathan escondem muitos segredos.

A ligação entre eles ajuda na descoberta do passado de Lilith, e a confusão apenas começa.


Temos diversas perspectivas durante a leitura, que mostra cada personagem e o seu sentimento real, o que traz bastante desenvoltura, já que não temos o mesmo ponto de vista sempre.

Cada capítulo que se segue, há um grande acontecimento.

Desde o começo do livro, já sabemos que teremos uma personagem boa, que vai se sacrificar por quem ela ama, e nunca vai desistir de salvar todos, até mesmo os que não merecem.


A autora conseguiu captar o foco central da estória e desenvolvê-lo durante todo o livro de uma forma boa, simples e, ao mesmo tempo, graciosa, sem perder nem um pouco da sua essência.

O livro foi bem detalhado, o que ajudou muito para reconhecer os personagens.

O único lado não tão explorado, foram os personagens demnos: Collet, Brunnot, Isabelle e Evelyn. Até metade do livro, eles são “importantes”, mas, no final, foram deixados de lado.


Espero que a continuação traga o resto dos mistérios que ainda ficaram em aberto, e que o por quê de Lilith ter nascido desse jeito seja mostrado.

Postado por: Amy

O QUARTO DO SONHO - RENATA DIAS

Livro: O Quarto do Sonho
Autora: Renata Dias
Páginas: 352
TALENTOS DA LITERATURA BRASILEIRA

Sinopse:
Gabe é um estudante de psicologia que levava uma vida acomodada e sem grandes expectativas, principalmente no campo sentimental, e que, após ser confrontado pela irmã, permitiu entregar-se a uma viagem onde pôde vivenciar aventuras, situações inusitadas dentro do consultório e na vida pessoal. O livro retrata sua relação com a primeira namorada, experiências em um relacionamento com uma mulher que é completamente o oposto dele e que propiciou a realização de fantasias e, assim, a descoberta de um homem mais intenso e liberto. O quarto do sonho é um livro com linguagem de fácil entendimento, recheado de cenas calientes e detalhadamente explícitas... Permita-se experimentar esse sonho e desvendar os seus desejos reais.


Resenha:

Eu não queria escrever resenha sobre esse livro, mas acredito que eu tenho que falar sobre ele.

O Quarto do Sonho é um romance, mas eu não consegui sentir algo pelos personagens ou pela historia. 


Quando vi o livro, vi que era uma historia erótica fiquei maluca para ler, porque eu amo nacionais, e ainda mais nacionais com erotismo, mas eu não achei o “algo a mais” do livro.

A historia é sobre Gabe, um psicólogo formado que mora fora do Brasil, basicamente ele saiu do país porque a irmã dele brigou com ele. No começo do livro, ele divide o apartamento em que vive com alguns colegas e decide que está na hora de se mudar. 

Então ele encontra Claire, uma garota independente que mora sozinha e vive da sua profissão de atriz.

Até ai você entende que com certeza vai rolar uma atração entre os dois, mas acontece de um jeito tão sem emoção, sem carinho. E nessa parte, vemos que Claire foi agredida fisicamente por um homem, e se recusa a denunciar. Okay, sabemos que existe medo, mas se não houver a denuncia, a pessoa não paga pelo que deve, essa parte me custou a engolir.


Eu achei o livro com um contexto bom, mas eu acredito que não foi tão bem desenvolvido. E isso para mim, foi devido a forma de escrita da autora.

Eu entendi que o Gabe precisava viver mais, e a Claire o ajudou nisso. Entendi que o livro trazia mais uma história sobre conhecer a si próprio. Porém eu não gostei de diversas partes do livro, como a da festa da amiga dela, e as das crises de ciúmes do Gabe, incluindo o final, talvez porque foi algo totalmente diferente do que eu imaginei.

Postado por: Amy